Lucas Magalhães Outono/Inverno 2016 – Entrevista com o estilista

Moldado no preto e branco, com um pouco de rosa, alguns pingos de amarelo e vermelho, verde e azul marcantes, e completado com um laranja memorável, essa foi a cartela de cores do desfile de Lucas Magalhães Outono/Inverno 2016 no Minas Trend. A coleção foi inspirada nas artes gráficas, tem gostinho de arte contemporânea e transborda qualidade em cada peça.

No vídeo abaixo podemos ver todas as peças do desfile:

Lucas Magalhães deu uma entrevista pro negociosdamoda.com e falou um pouco mais sobre processo criativo, inspirações, seu diferencial e  sua estratégia para se manter no mercado.

Lucas Magalhães e Natália Zuca
Lucas Magalhães e Natália Zuca (Foto: Paula Melo)

Negócios da Moda: Como foi seu processo criativo? Você se inspirou em algo mais específico?

Lucas Magalhães: A cada coleção eu tento me inspirar de uma forma diferente, dessa vez foi uma vontade de reestudar tudo o que foi feito lá no inicinho quando ainda fazia Moda Hype. Então, essa história de vir do gráfico, de referências gráficas, veio muito forte, foi esse caminho que a gente andou.

NdM: Tem algum artista que te você tem como referência?

LM: Eu gosto muito de pesquisar artistas novos. Tem um grupo novo de artistas contemporâneos gráficos que eu acho super legal que estavam expostos no Whitney Museum em  NY, e foi o que eu olhei para me inspirar, que tinha essa coisa de trabalhar muito com o preto, de formas mais duras, mais gráficas.

NdM: O que você acredita que é o seu diferencial no mercado?

LM: Uma história forte que virou da marca é o jeito de estampar, nós tentamos fazer de uma forma diferente e eu acredito muito na qualidade do produto, então essa preocupação de cada vez conseguir um produto com melhor qualidade que consegue competir hoje no nível mundial é uma grande preocupação pra gente.

NdM: Considerando o cenário econômico atual, você acredita que tem alguma estratégia específica que ajuda a se manter dentro do mercado da moda?

LM: Aqui a estratégia é acreditar no que você faz, sem deixar se perder e sem deixar muito que todo esse assunto crise/não crise te afete em alguma coisa. Eu entendo moda como criação e qualidade de produto, acho que quando você consegue fechar esse ciclo e ter  um produto completo, ele vai ser consumido, as pessoas vão querer esse produto e  ele vira desejo, assim [esse cenário] não vai atrapalhar tanto.

Desfile Lucas Magalhães (Foto: Minas Trend)
Desfile Lucas Magalhães (Foto: Minas Trend – Facebook)
Lucas Magalhães e Natália Zuca
Desfile Lucas Magalhães (Foto: Natália Zuca)

[ES] LUCAS MAGALHÃES OTOÑO/INVIERNO 2016 – ENTREVISTA CON EL ESTILISTA

Moldeado en negro y blanco, con un poco de rosa, algunas gotas de amarillo y rojo, con verde y azul sobresaliente, y completado con un naranja memorable, esa fue la paleta de colores del desfile de Lucas Magalhães Otoño/Invierno 2016 en Minas Trend (evento de moda en Brasil).La colección fue inspirada en las artes graficas, tiene gusto de arte contemporánea y desborda calidad en cada prenda.

En el primer video es posible ver todas las prendas del desfile.

Lucas Magalhães fue entrevistado por negociosdamoda.com y habló sobre proceso creativo, inspiraciones, su diferencial y su estrategia para mantenerse en el mercado.

Negócios da Moda: Cómo fue su proceso creativo? Usa algo especifico para inspirarse?

Lucas Magalhães: Toda colección intento inspirarme de una forma diferente, de esa vez yo tuve ganas de reestudiar todo lo que fue hecho al inicio, cuando todavía estaba en Moda Hype [evento de moda en Rio de Janeiro]. Entonces esa historia de venir del gráfico, de referencias gráficas, fue muy fuerte, ese fue el camino que nosotros caminamos.

NdM: Hay algún artista que usted tiene como referencia?

LM: Me gusta mucho investigar artistas nuevos. Hay un grupo nuevo de artistas gráficos contemporáneos que me encanta y que estaban con exposición en Whitney Museum en  Nueva York. Fue lo que use para inspirarme, hay esa cosa de trabajar con el negro, con formas duras y más gráficas.

NdM: Qué creé usted que lo diferencia con el resto del mercado?

LM: Una história fuerte de la marca es la forma de hacer la estampa, nosotros intentamos hacerla diferente y yo creo mucho en la calidad del producto, entonces esa preocupación de siempre conseguir un producto con la mejor calidad para conseguir competir hoy en nivel mundial, es la grande preocupación para nosotros.

NdM: En vista de la actual situación de la economía, usted creé que hay alguna estrategia específica que ayuda a mantenerse en el mercado de moda?

LM: Acá la estrategia es creer en lo que hacemos, sin dejar perderse y sin dejar que el sujeto “crisis/ no crisis” afectarte en algo. Yo veo moda como creación y calidad del producto, pienso que cuando usted logra tener un producto realmente completo, el producto va a ser consumido, las personas van a desearlo, así [ese escenario] no va perturbarte tanto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s