Negócios da moda: gestão estratégica e concorrência

A primeira coisa que temos que aceitar é que todos nós temos concorrência! Por mais que seu produto seja exclusivo, existe concorrência. Por exemplo, se alguém produz chapéu com “tecido de chá verde“, mesmo sendo o único no mercado que faz isso, vai ter concorrência. Todos os chapéus feitos de forma sustentável, assim como todos os outros chapéus presentes no mercado farão parte da concorrência e, pra completar, todos os produtos feitos de tecidos de chá verde também serão concorrentes.

Eu sei, é difícil aceitar isso… usamos toda nossa criatividade, espírito empreendedor e energia para colocar algo especial no mercado e, quando nosso produto está à venda, temos que admitir que ele tem concorrência. Mas não existem apenas pontos negativos em ter concorrentes, uma vez que observar a concorrência pode nos ajudar a criar nossa gestão estratégica. Veja agora o que você deve fazer:

Analise as estratégias do passado e presente do seu concorrente.

É de grande valia conhecer as estratégias antigas e as atuais da sua concorrência. A ideia é bem simples, uma empresa não vai repetir uma estratégia que não deu certo no passado. Então, se tem uma estratégia que o concorrente está repetindo, é bem provável que ela gerou bons resultados e, AINDA MAIS IMPORTANTE, se tem uma estratégia que ele já adotou no passado e nunca mais a repetiu, é muito provável que essa estratégia não tenha gerados bons frutos para a empresa.

Avaliando essas estratégias, você conseguirá descobrir o que provavelmente não da certo no mercado e se poupar em cometer o mesmo erro, ainda pode avaliar as que estão dando certo e tentar aprimorá-las para serem ainda mais exitosas. Todas as estratégias poderão ser estudadas, de marketing e publicidade, de produção, logística, tipo de fornecedor, locais de vendas…

Se analisarmos a Abercrombie, por exemplo, perceberemos que a estratégia da marca já mudou bastante. Antes, era a marca dos caras fortes e sem camisa, mas hoje não é mais assim, uma vez que essa estratégia passou a não gerar bons resultados para a marca.

Antes Abercrombie mostrava modelos musculosos sem camisa, hoje não é mais assim.
Comparação entre como a Abercrombie era antes e como está agora

Analise os objetivos e orientação da concorrência.

Conheça os objetivos e a orientação da empresa que é suada sua concorrente, tente pensar como se estivesse no lugar deles. Com esse conhecimento, ficará mais fácil para você prever quais ações essa empresa tomará no futuro e assim, poderá criar um plano para estar sempre um passo à frente de todos, chegando a ser reconhecido entre os clientes como uma marca pioneira.

Publicidade jeans Lee: "Confort never looked so good"
Jeans Lee – Orientação ao produto

Uma empresa com orientação ao produto usará estratégias de marketing mostrando a qualidade e desempenho de seu produto, ou seja, uma marca de calça jeans com essa orientação, apresentará que seu produto é durável e confortável.

Conheça os 5 tipos de orientação que uma empresa pode adotar:

  1. Orientação para produção (deixar o produto FÁCIL DE ENCONTRAR e BARATO)
  2. Orientação para o produto (demonstrar a  QUALIDADE e DESEMPENHO do produto)
  3. Orientação para a venda  (criar estratégias AGRESSIVAS DE VENDAS)
  4. Orientação para o mercado (criar produtos para a NECESSIDADE DOS CLIENTES)
  5. Orientação social (orientação para o mercado + RESPONSABILIDADE SOCIAL)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s