Estação de retino no centro de buenos aires argentina

9 dicas indispensáveis para quem quer estudar moda na Argentina

Depois que escrevi o post Como é estudar negócios da moda na Argentina (Leia AQUI), recebi várias mensagens de pessoas com dúvidas sobre a vida de um estudante de moda na Argentina e, com o post de hoje, espero sanar os principais questionamentos de todos. Como eu me formei em Buenos Aires, capital da Argentina, vou escrever informações mais específicas dessa cidade.

1 – Documentação

Essa é uma inquietação de muita gente! Sempre as pessoas me perguntam como conseguir o visto para estudar na Argentina e quais os procedimentos para conseguir o mesmo. A primeira boa notícia: CONSEGUIR O VISTO É FÁCIL E NÃO PRECISA DE AGÊNCIA, você pode fazer tudo sozinho e quando já está lá. 

Quando estiver na Argentina, pode pedir seu DNI (identidade argentina) sem muita burocracia, a única coisa que você não pode esquecer de levar do Brasil é o atestado de antecedentes criminais (a versão aceita internacionalmente). Já na Argentina você consegue pedir os outros documentos (comprovante de residência no posto de polícia perto da sua casa de lá e atestado de antecedentes criminais na argentina) e pedir seu DNI. A tramitação completa não chega a custar 200 reias. O DNI É PARA QUEM PRETENDE MORAR E/OU TRABALHAR NA ARGENTINA, SE VOCÊ FOR FAZER CURSO DE FÉRIAS, PODE USAR SEU RG DO BRASIL MESMO. 

2 – Transporte

O transporte público da Argentina é uma maravilha! Barato, bom e passa 24h por dia (em Buenos Aires). Mas para usar os ônibus e metrôs, você precisa de um cartão SUBE. Você consegue comprar a SUBE nos kioscos (lojas de conveniências espalhados por toda a cidade) e não é caro, dá última vez que comprei estava a 30 pesos (menos de 10 reais), e para carregar sua SUBE, você pode comprar créditos nos próprios kioscos ou nas estações de metrô.

Ps: não dá para pagar ônibus com dinheiro, só com a SUBE.

sube-cartao-de-onibus-buenos-aires
Cartão SUBE para transporte público e Buenos Aires

3- Lugar para se hospedar/morar

Eu sempre indico morar na região central, como Buenos Aires não tem morro, dá pra fazer muita coisa andando se você morar perto do Microcentro. Os bairros Monserrat, San Telmo e Microcentro são meus preferidos, uma vez que é fazer tudo com rapidez e perto de casa.

Para quem gosta de sair e ir para bares e baladas, indico Palermo e Recoleta. Eu gosto mais de Recoleta, mas as pessoas da balada preferem Palermo haha Palermo também é um “centro de design”, vários estilistas têm lojas por lá. ATENÇÃO, no grupo “Brasileiros em Buenos Aires” no Facebook, várias pessoas oferecem apartamentos para alugar em “Palermo”, mas a verdade é quem nem todos são em Palermo mesmo, pergunte na própria publicação caso queira alugar que os outros membros vão te dizer qual é o bairro.

4 – Língua

Espanhol é tranquilo para aprender, mas não adianta achar que é só falar com a língua grudada no céu da boca que as pessoas te endentem. ESTUDE ESPANHOL ❤ Dá para estudar tanto no Brasil, quanto lá. Não entre em nenhuma faculdade ou curso sem saber a língua porque você pode ficar perdido no meio da matéria. Em Buenos Aires mesmo existem várias escolas de espanhol para estrangeiros, com certeza vai achar uma que vai gostar e que o custo vai caber no seu bolso.

5- Custo de vida

BUENOS AIRES É UMA CIDADE CARA, A ARGENTINA É UM PAÍS CARO. O país está passando por uma transição de política econômica, com isso, quem mais sente as dores é a população que vive lá. O poder de compra caiu muito e a inflação continua alta, tudo que você for comprar no supermercado vai ser caro (menos o vinho) e o aluguel é mais caro ainda.

Alugar um apartamento para morar sozunho em Buenos Aires é para quem tem MUITO dinheiro por mês. Eu dividia um quarto em um apartamento e mesmo assim achava caro, um quarto individual sai mais de mil reais por mês (confira sempre o preço e a cotação no dia que você ler esse post).

6- Vestibular

A universidade pública não tem vestibular! Muita gente me pergunta sobre estudar moda na UBA (Universidade de Buenos Aires), a primeira coisa que tenho que explicar é que não existe vestibular, você pode estudar de graça em uma boa universidade e sem fazer prova para entrar. Mas tem que ficar de olho e estudar bastante, os primeiros meses são para o  CBC, nesse período você faz matérias específicas da sua área e, no fim desses meses, deve fazer as provas do CBC e passar nelas para começar realmente a fazer o curso escolhido.

Faculdade de Arquitetura, Design e Urbanismo da UBA (Universidade de Buenos Aires)
Faculdade de Arquitetura, Design e Urbanismo da UBA (Universidade de Buenos Aires)

7- Tipos de formação

Na Argentina existem vários tipos de formação em moda e negócios da moda, além do curso de moda na UBA que dura 5 anos e é de graça, existem outras formações que você pode ver nesse post AQUI.

8- Trabalho

Depois que você tem seu DNI, já pode começar a trabalhar legalmente na Argentina. O custo de vida no país é alto, mas os salários são mais proporcionais a essa realidade (não que seja as mil maravilhas, mas é melhor que no Brasil). Mesmo sem DNI, vi muitos brasileiros vendendo pacote turístico na rua Florida, nesse trabalho não tem que saber falar espanhol, mas os vendedores não têm salário fixo, ganham apenas a comissão.

Achar trabalho na Argentina não é a coisa mais fácil agora, até os argentinos estão procurando emprego. Entretanto, ter o português como língua materna será um grande diferencial no seu currículo e poderá te ajudar a arrumar um emprego.

9- Câmbio negro

Sim, isso existe! Mas atualmente não faz muita diferença entre trocar seu dinheiro no câmbio negro ou no oficial. Na rua Florida você vai encontrar muita gente gritando “câmbio, câmbio, casa de câmbio”, por mais que nunca conheci alguém que foi passado para trás com esses cambistas, indico trocar dinheiro em um lugar que é fixo e não com pessoas que estão gritando na rua.

Espero ter ajudando vocês, esses tópicos são as dúvidas mais frequentes que recebo :*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s